Musculação: mitos do cinema post image

Musculação: mitos do cinema

Os clichês de Hollywood distorcem a percepção da musculação: Por que razão você não consegue ganhar um abdômen sarado com abdominais e não deve correr com agasalho de moleton?

Treinos caseiros

Se a ideia do filme é mostrar a evolução física do personagem, uma das cenas obrigatórias será fazer a passagem de tempo com malhação em casa e com a personagem fazendo flexões e elevações na barra fixa — após dois minutos de malhação, sempre ao som de uma batida bem forte, o nosso herói fica quase irreconhecível.

Na realidade, a barra fixa e as flexões no chão podem servir para aquecimento, mas de modo algum servem para manter ou ganhar musculatura. Para ganhar alguma massa muscular em casa é necessário ter não apenas halteres, mas também uma barra e um conjunto de pesos.

Correr de agasalho

Em quase todos os filmes de Hollywood da década de 90e do início deste século, as personagens faziam jogging exclusivamente com o agasalho do moletom ou outro tipo de jaqueta com capuz. Um exemplo flagrante é a personagem Rocky Balboa, interpretada por Sylvester Stallone.

Na realidade, não é bom correr com nenhum agasalho ou jaqueta de algodão, uma vez que ela não permite a circulação de ar. Ao absorver o suor, o moletom começa a superaquecer o corpo e a deixar entrar o ar frio. Lembre-se que no inverno deve correr com roupa especial para a época.

Mais rápido, maior, mais forte!

Se um personagem do cinema pratica esportes, então ele deveria surgir como alguém que realmente pratica esporte! Os treinamentos duram horas e levam o atleta ao limite das suas capacidades físicas. Depois dos treinos, o herói está coberto de suor e parece totalmente exausto.

Treinamentos de choque e prolongado são uma das causas mais comuns de lesões esportivas. Lembre-se que na vida real não precisa se ​​apressar para ir a lugar nenhum e que jamais deve treinar até à “última gota”.

Flexões no chão

O exercício mais filmado pelos diretores de cinema é, sem dúvida, as flexões no chão. Em primeiro lugar, elas permitem exibir o trabalho de quase todos os músculos do corpo do ator e, em segundo, o público lhe atribui, sem dúvida, uma grande importância (ao contrário, por exemplo, do supino).

A ideia de que as flexões no chão devem fazer parte de qualquer programa de treinamento, já que cada super-herói as faz, é profundamente equivocada. Lembre-se que só existe uma razão que leva o ator a fazer este exercício na tela e ela se chama “para dar show” e “fazer efeito”.

Exercícios abdominais e perda de peso

Se o roteiro do filme exigir que o (ou a) protagonista emagreça, um elemento obrigatório do programa para perda de peso será a execução de abdominais, sempre com o treinador segurando nos pés dele(a). E, invariavelmente, o herói, ou heroína, estará coberto de suor.

Na realidade, não tem nenhum exercício para o abdômen que seja capaz de queimar gordura nessa área — e não importa quantas abdominais você faça, não vai conseguir perder barriga assim. A primeira coisa que precisa para perder peso é um plano alimentar bem equilibrado.

Treinamento a sério

Tente se lembrar de pelo menos um filme no qual o ator tenha feito levantamento terra ou agachamento. O treinamento de força na tela prefere mostrar o herói fazendo rosca martelo, elevação na barra fixa, abdominais e flexões no chão.

Como em todos os outros casos, os diretores evitam mostrar o processo de treinamento real, devido ao fato de ele não dar “aquele efeito” e “não ser sexy”, como a rosca martelo com halteres ou as flexões. No entanto, é um grande erro acreditar que só assim é que se deve treinar.

Suplementos esportivos

Por mais que a gente veja o herói do filme treinando e por mais bombado que ele vá ficando, o espetador nunca o vê misturando um shake de proteína. Na melhor das hipóteses, ele vai beber água, Coca-Cola ou a sua versão “esportiva” — o Powerade.

Provavelmente, os cineastas apenas têm medo de criar ideias erradas nos espetadores que, ao verem o herói tomando umas “substâncias estranhas”, tipo creatina, muitos poderão pensar que se trata de esteroides. No entanto, ganhar músculo de verdade sem a ajuda de suplementos esportivos é quase impossível.

***

A ideia de que para ficar bombado em condições caseiras basta fazer elevações na barra fixa e flexões, só porque é isso que o Batman e outros super-heróis fazem, é profundamente equivocada. Os filmes de Hollywood quase nunca mostram o processo real de treinamento.

Data da primeira edição:

  • 18 de setembro de 2014

Adicionar novo comentário: