CrossFit: treinamento perigoso post image

CrossFit: treinamento perigoso

História do aparecimento do CrossFit, modelo empresarial e principais indicadores financeiros. O perigo dos treinos – opinião dos profissionais e avaliações críticas.

Como funciona isto do CrossFit

CrossFit é um dos sistemas de treinamento mais populares e se baseia nos princípios do treinamento do circuit training com recorrência a exercícios funcionais, isto é, exercícios o mais próximo possível dos movimentos naturais (flexões, fundos nas paralelas, etc).

O sistema de treinamento do CrossFit combina atividades como corrida intervalada, remo, pular e subir corda, exercícios nas argolas e barra fixa, exercícios de força com fitas de treinamento suspenso TRX, halteres, kettlebells, barra e objetos pesados.

Como são elaborados os treinos no CrossFit

Cada sessão é uma combinação das atividades acima enunciadas e ganha o nome de Workout of the Day (WOD). É possível fazer centenas destas combinações diferentes e, na sua essência, os treinos diários de CrossFit não se repetem nem existe nenhum sistema exato.

Uma das características distintivas do CrossFit é ser praticado em grupos de 10-15 pessoas, o que ajuda a treinar de forma mais eficiente, já que os membros mais experientes do grupo puxam pelos iniciantes, assim como acabam competindo mais entre si pelo melhor resultado.

História da Empresa

O criador do CrossFit, Greg Glassman, nasceu em 28 de outubro de 1956, nos arredores de Los Angeles, Califórnia. Iniciou a sua carreira de personal trainer quando tinha 18 anos e logo nos primeiros anos de trabalho começou a utilizar o nome CrossFit para o seu sistema de treinamento(1).

Inicialmente, o sistema servia de programa personalizado para queima de gordura e os treinos decorriam em uma academia convencional. Aos poucos, porém, o modelo de negócio foi mudando e em 1995 apareceu a primeira academia de CrossFit. E em 2000 foi criada a empresa CrossFit, Inc.

Veja também:

Elementos mais importantes para um treino integral em condições caseiras. Ideias para montar a sua própria academia em casa.

Modelo empresarial CrossFit

Os centros de formação de CrossFit são obrigados a pagar uma taxa anual pela utilização de suas técnicas e marca e os treinadores destes centros são obrigados a fazer um curso anual de formação com a duração de dois dias nos centros de CrossFit por um preço que ronda os mil dólares.

Em 2012 o lucro da empres CrossFit, Inc. foi de 50 milhões de dólares e em 2013, de acordo com estimativas preliminares, será de 100 milhões(2). No final de 2012, o número de locais com habilitação para dar CrossFit era de 6775. O número de pessoas treinando segundo este sistema era de mais de meio milhão.

CrossFit e Reebok

No início de 2000, a empresa Reebok começou a sentir sérias dificuldades com as vendas, tendo perdido um contrato com a National Football League NFL. Em 2006, a Adidas comprou a Reebok por 3,8 bilhões dólares e em 2010 encontrou um substituto para a NFL – uma parceria de 10 anos com CrossFit(3).

O valor do negócio não foi divulgado, mas apenas para o fundo de premiação Reebok CrossFit Games em 2011 a empresa disponibilizou 1 bilhão de dólares. Além do apoio dos jogos acima referidos, foram lançadas coleções de calçado e roupa esportiva para a prática de CrossFit.

Crítica ao sistema de CrossFit

Em 2005, surgiu no The New York Times um artigo extremamente crítico em relação ao sistema CrossFit – “Getting Fit, Even If It Kills You” (“Ficar em forma, mesmo que isso mate você”)(4). O artigo fala de pessoas que sofreram sérias lesões durante o treinamento por este sistema.

Teve então um julgamento nos Estados Unidos cuja sentença determinou a indenização de 300 mil dólares por parte da empresa CrossFit, Inc. a um homem que sofrera ferimentos durante o treinamento. No entanto, mesmo a lógica do sistema e a abordagem às cargas são muitas vezes alvo de críticas.

A opinião dos profissionais

Dr. Stuart McGraw, da Universidade de Waterloo: «As vantagens que pode obter a partir do CrossFit são anuladas pelo risco ao qual você se expõe ao realizar exercícios na sua essência perigosos, tecnicamente mal executados e em ritmo acelerado”.

Chris Shugart, profissional de fitness: “Na verdade, a estrutura dos programas de CrossFit é extremamente caótico e eu não vejo nenhuma lógica na escolha dos exercícios e suas sequências. O sistema pode ser extremamente perigoso para as pessoas mais inexperientes”(5).

***

Os comerciais da Reebok, que dão literalmente à CrossFit o rótulo de “esporte para todos” se esquecem de mencionar o perigo de tal treinamento para os novatos inexperientes. Sem mencionar o fato de o sistema CrossFit de modo algum servir para quem quer ganhar massa magra.

Leia também:

Referências:

  1. Greg Glassman Biography, fonte
  2. Do Not Cross CrossFit, fonte
  3. Reebok embraces personal fitness trend, fonte
  4. Getting Fit, Even if It Kills You, fonte
  5. The Truth About CrossFit, fonte

Data da primeira edição:

  • 8 de outubro de 2013

Adicionar novo comentário: