Hormônios do amor post image

Hormônios do amor

Tudo sobre os hormônios a oxitocina e a testosterona que regulam as três grandes fases do amor: a luxúria, a atração e o apego. O que você precisa fazer para se apaixonar?

[kkstarratings]

Quanto tempo é preciso para se apaixonar?

Especialistas acreditam que o nosso cérebro necessita de entre 90 segundos a 4 minutos para se apaixonar(1). Os fatores-chave da atração são os sinais emitidos pelo corpo (55%), seguido do tom e ritmo da voz (38%), enquanto que o teor das palavras propriamente ditas são o menos importante (7%).

A Dra. Helen Fisher, da Universidade de Rutgers, Estados Unidos da América, identificou três fases do amor: luxúria (em inglês: lust), atração (atraction) e apego (attachment)(2). Cada uma dessas fases é caracterizada por hormônios específicos produzidos pelo corpo.

Fase 1: A Luxúria

A fase inicial em homens e mulheres é regulada principalmente pelos hormônios sexuais, a testosterona e o estrogênio. O principal gatilho para provocar a secreção desses hormônios é o cheiro da outra pessoa, em segundo lugar — as características físicas.

Especialistas tendem a acreditar que dessa forma o corpo verifica o potencial parceiro ou parceira sexual quanto à compatibilidade de genes, uma vez que a maioria das pessoas gosta dos odores parecidos com o odor de seus próprios pais(1).

Fase 2: A Atração

O principal destaque da segunda fase é que o cérebro “engata” de alguma forma no objeto da sua paixão, reduzindo de forma significativa a capacidade de se concentrar em outras pessoas ou tarefas. Os hormônios reguladores desta fase são a adrenalina, a dopamina e a serotonina.

Se a ação da adrenalina explica o rubor das faces, a taquicardia e a secura na boca, a dopamina é responsável pela ocorrência da leve euforia e maior vigor. É interessante, mas é precisamente este hormônio que é produzido pelo corpo quando se cheira cocaína.

Fato curioso:

Até a década de 1910 a cocaína era vendida nas farmácias pois se acreditava que ela era uma substância com propriedades estimuladora e analgésicas.

Fase 3: O Apego

Muitos pesquisadores acreditam que a principal tarefa da terceira e mais longa fase do amor é manter o casal junto o tempo suficiente para criar os filhos. Os principais hormônios do apego são a oxitocina e vasopressina.

Nos adultos, o hormônio da oxitocina é secretada durante o orgasmo e nas crianças de colo – quando estão mamando o leite materno. Se acredita que a oxitocina é o hormônio principal a provocar a sensação de parentesco, de proximidade e confiança em relação a uma outra pessoa(3).

O principal hormônio do amor

Aparentemente, é precisamente a oxitocina que nos surge como principal hormônio do amor, já que faz o apaixonado sentir desconforto na ausência do objeto do seu amor, tal é a necessidade que o corpo por esse “doping” químico, secretado durante o sexo com o seu favorito ou favorita.

Tal como no caso da dopamina, que aumenta com o consumo de cocaína, a síntese de oxitocina também é estimulada pelas drogas, em particular pelo MDMA (o Ecstasy). No entanto, depois de tomar a droga, a produção deste hormônio cai, causando depressão(4).

Como se apaixonar?

O professor Arthur Arun, da Universidade de Toronto, desenvolveu uma fórmula para se apaixonar: vá ter com um estranho ou estranha e converse com ele ou ela cerca de trinta minutos sobre detalhes íntimos de sua vida. Em seguida, olhe atentamente para os olhos dessa pessoa por 4 minutos.

Durante as experiências realizadas por este psicólogo, muitos dos participantes começaram de fato a sentir uma evidente atração um pelo outro e, no final, dois dos casais formados aí acabaram casando. Segundo o Dr. Aruna, o momento mais importante é justamente quando se olha nos olhos (1).

O primeiro Amor

Estudos dizem que o primeiro amor acontece nos adolescentes por volta dos 15 anos e tem a duração de três a quatro meses. Neste caso, as duas primeiras fases do amor – a luxúria e a atração – costumam ser mais pronunciadas do que a terceira fase – a do apego(5).

Alguns psicólogos acreditam que a limitação da terceira fase do amor, responsável pelo relacionamento longo, é uma das fases do desenvolvimento. Por mais triste que isto seja, é precisamente a decepção no amor que contribui para a formação da integridade da personalidade.

***

Tal como acontece com todos os outros processos no corpo humano, o amor também pode ser caracterizado como a ação dos hormônios. O hormônio oxitocina é responsável pelo surgimento de um sentimento de proximidade a outra pessoa e a testosterona é responsável pela ocorrência do desejo sexual.

Fontes:

  1. The science of love, fonte
  2. BBC Science: Human body and Mind, Cupid’s chemicals, fonte
  3. Oxytocin, Wikipedia article, fonte
  4. MDMA, Wikipedia article, fonte
  5. BBC Science: Your first love, fonte

Data da primeira edição:

  • 14 de fevereiro de 2013

Adicionar novo comentário: