Queimadores de gordura naturais post image

Queimadores de gordura naturais

Cafeína, extrato de chá verde e outros suplementos naturais que ajudam você a queimar gordura de forma eficaz: qual o princípio de funcionamento deles e em que dosagem devem ser tomados.

[kkstarratings]

Cafeína anidra

Apesar da crença popular, a cafeína por si só não tem queima gordura e o efeito termogênico por ela criado não é particularmente significante. A cafeína funciona exclusivamente quando combinada com outras substâncias que aumentando o seu efeito(1) — por exemplo, efedrina.

No entanto, é importante notar que o suplemento de cafeina ajuda a melhorar a eficácia do treinamento, o que indiretamente aumenta a quantidade de calorias gastas. A dosagem recomendada é entre 200 e 400 mg uma hora antes do treino, o que é equivalente a dois cafés expresso.

Chá verde emagrece: mito ou realidade?

Estudos confirmam que as substâncias contidas no “chá emagrecedor” — as antioxidantes catequinas do chá verde — conseguem acelerar o metabolismo, levando o organismo a queimar calorias mais rapidamente. Este efeito é particularmente notado quando combinado com a cafeína(1).

Um grupo de pessoas estudadas que tomaram 270 mg diárias de extrato de chá verde combinadas com 200 mg de cafeína queimavam por dia mais 200 calorias do que aqueles que não tomavam suplementos. Além disso, os indivíduos testados tinham os níveis de insulina normalizados(2).

Dieta do chá-mate para baixar colesterol

Tal como no caso do extrato de chá verde, as substâncias contidas no mate — as catequinas e outros polifenóis têm um impacto positivo sobre o metabolismo lipídico. O seu consumo regular leva à normalização os níveis de colesterol e de insulina.

De acordo com a pesquisa realizada pela Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis, o consumo diário de 330 ml de mate (com proporção de 50 g de erva-mate seca por cada litro de água), após 40 dias de consumo, reduziu em cerca de 10% o nível do colesterol dos indivíduos testados(3).

Laranja amarga extracto (synephrine)

De acordo com vários estudos, a substância da sinefrina (synephrine), que pode ser encontrada na casca da tangerina, toranja e laranja amarga, tem sobre o organismo um efeito comparável ao queimador de gordura efedrina, proibido em alguns países.

A sinefrina bloqueia os receptores responsáveis ​​pela sensação de fome, o que se reflete na redução do apetite, atuando, além disso, sobre o sistema nervoso central, aumenta a frequência cardíaca e a pressão arterial, o que se expressa na queima de gordura(4).

Feijão branco: sopa para emagrecer

O feijão branco (white kidney beans) é um alimento leguminoso que contém uma quantidade imensa de enzima fosfatidilserina (phosphatidylserine) e atua positivamente sobre o metabolismo lipídico, reduzindo ao mesmo tempo os níveis do cortisol(5).

Além disso, existem várias pesquisas que mostram que o extrato de feijão branco, numa dosagem entre os 500 mg e o 1,5 g acaba sendo um tipo de “bloqueador de hidratos de carbono”, que normaliza naturalmente os níveis de glicose no sangue após a refeição(2).

Suplemento de cálcio

Estudos recentes da Military Medical University de Xangai confirmaram que uma dieta rica em cálcio (1000 – 1300 mg/dia) tem um efeito de queima de gordura, ao mesmo tempo que o deficit de cálcio (200-300 mg /dia) acelera a acumulação de gordura(6).

Aos se acumular nas células de gordura, o cálcio retarda o crescimento e o aumento de volume delas, provocando metabolismo energético. Sublinhamos que a ingestão excessiva de cálcio tem efeitos tóxicos e é prejudicial à saúde, por isso é importante obedecer à dosagem recomendada.

CLA: Ácido linoleico conjugado

Pesquisas da Ohio State University mostram que em caso de uma ingestão constante de óleos alimentares ricos em ácido linoléico conjugado (inglês: Conjugated Linoleic Acid, abreviado como CLA), o nível de adiponectina (adiponectin), hormônio responsável pela queima de gordura, aumenta em 20%.

Encontram-se principalmente na carne e em productos lácteos de ruminantes. Os óleos mais ricos em ácido linoleico conjugado são o óleo de cártamo (cerca de 75%), o óleo de semente de uva (70%), o óleo de girassol (65%) e o cânhamo (60%). O azeite comum tem apenas cerca de 10%(4).

***

A dieta com a utilização de alimentos ricos em cálcio e os óleos com ácido linoleico conjugado, têm um efeito positivo sobre o metabolismo, ajudando a queimar gordura mais rapidamente. A ingestão de um número de suplementos naturais antes do treino acelera ainda mais este progresso.

Leia também:

Referências:

  1. Natural fat burners, source
  2. 15 best diet supplements, source
  3. Consumption of yerba mate improves serum lipid parameters, source
  4. Bitter orange, Wikipedia article, source
  5. Phosphatidylserine, Wikipedia article, source
  6. Fat burning accelerated by calcium and vitamin D intake, source
  7. Linoleic acid, Wikipedia article, source

Data da primeira edição:

  • 13 de setembro de 2013

Adicionar novo comentário: