Pode se comer à noite? post image

Pode se comer à noite?

Tudo sobre o tempo que se deve passar entre a última comida do dia e o sono. O porquê dos carboidratos no jantar não engordam e, pelo contrário, possibilitam a queima de gorduras.

[kkstarratings]

Se pode comer carboidratos de noite?

O objetivo da investigação de The Hebrew University of Jerusalem foi determinar a influência dos carboidratos consumidos durante à noite e o sobrepeso e os níveis hormonais. Esse estudo contou com a participação de 78 pessoas e um período de 6 meses. As pessoas examinadas consumiam carboidratos principalmente à noite.

Os resultados foram verdadeiramente surpreendentes: este regime alimentício levou à determinação do índice de massa corporal (relação entre o peso e a altura do indivíduo) e perda de sobrepeso. Mesmo assim, se normalizaram os níveis de hormônios reguladores do peso nos participantes (principalmente da leptina e da insulina).

A razão pela qual se considera que o açúcar e outros carboidratos simples são prejudiciais para a saúde e propiciam a obesidade.

Comer à noite causa sobrepeso?

Os integrantes deste estudo foram divididos em dois grupos. Um grupo consumia carboidratos durante o dia, enquanto que o outro o fazia apenas à noite. Ambos os grupos seguiam uma dieta baixa em calorias (1500-1700 Kcal por dia) com uma proporção de macronutrientes igual em ambos os casos (20% proteína, 30-35% gorduras e 45-50% carboidratos).

O consumo de carboidratos durante a noite levou que se estabilizassem os níveis de glicose no sangue, fator que ajudou também a diminuir a sensação de fome durante o dia. Este fenômeno permitiu suportar melhor a dieta baixa em calorias: aparentemente, este é o segredo do fato de os integrantes deste grupo perderem peso.

O metabolismo à tarde e à noite

O ritmo biológico do ser humano está estreitamente ligado ao ritmo circadiano (mudanças físicas e comportamentais durante o dia e à noite). Dependendo da luz, mudam-se os níveis de melatonina (hormônio do sono) e outros parâmetros. Por exemplo, o funcionamento do sistema digestivo desacelera consideravelmente durante a noite.

Durante o sono, o metabolismo desacelera em 15-35%, assim como caem os níveis de glicose (insulina) no sangue, aumentando assim os níveis do hormônio do crescimento que paralelamente queimam gordura. O tecido adiposo do corpo executa um papel fundamental durante a noite, porque sintetiza ácidos graxos livres e leptina.

Gula à noite

A fome é capaz de despertar e impulsionar 1,5% da população a ir à cozinha em busca de comida; e, sem dúvida, esta situação é comum entre 25% das pessoas que sofrem de sobrepeso. Este fenômeno é provocado pelas flutuações de leptina e cortisol durante a noite, assim pela reação inadequada do organismo à insulina.

Para evitar a sensação de fome durante a noite, é necessário dar ao corpo energia de qualidade na hora do jantar, Exluir os carboidratos e as fontes de gordura saudáveis, assim como limitar a quantidade de comida à tarde-noite é um dos erros mais comuns que levam ao sobrepeso.

O melhor jantar

A melhor escolha para comer tarde da noite é uma porção com um valor calórico de 450-500 Kcal composta por 25-35 gr de proteínas, 15-25 gr de gorduras (principalmente de ácidos graxos ômega 9 em forma de azeite de oliva) e 50-70 gr de carboidratos (8-10 gr dos quais devem ser fibra e não mais de 7 gr de açúcar).

O melhor período para comer é 3-4 horas antes de dormir: isso lhe permitirá digerir e assimilar completamente os carboidratos consumidos, fazendo com que seja mais fácil que o organismo passe a usar os ácidos graxos como fonte de energia durante a noite. É por esta razão que a escolha das gorduras aquedadas faz um papel fundamental.

Comer depois das 6 engorda?

A primeira regra do metabolismo consiste em que o excesso de calorias sempre culminará ao aumento de peso e o aumento dos depósitos de gordura no corpo. Isso acontece sem importar a hora em que foram consumidas estas calorias ou a quantidade de vezes que se comeu ao longo do dia.

Se você se nega a comer depois das 6 da tarde, mas em compensação come exageradamente no café da manhã, no almoço e entre as refeições: você engordará. Se consome a quantidade de calorias adequada e com o balanço de nutrientes recomendado, porém come tarde (perto da hora de dormir), o mais provável é que você não engorde.

Transtornos do sono e sobrepeso

Devemos ter em conta que praticamente todas as investigações sobre a relação entre o sono, o funcionamento do metabolismo e o sobrepeso tem mostrado que uma noite de insônia causa estragos ao metabolismo, pois aumentam os níveis de cortisol e se transforma a reação do organismo à insulina.

Quanto mais restrito se é com os horários (a hora de acordar e a hora de ir para cama), melhor funcionará o metabolismo e mais eficaz o organismo utilizará a energia contida nos alimentos, não para acumular em forma de gordura, mas para garantir o funcionamento do cérebro e suprir as necessidades energéticas.

***

Os estudos têm mostrado que os carboidratos consumidos durante à tarde-noite não são prejudiciais, mas pelo contrário: estes podem otimizar o funcionamento do metabolismo. Limitar o consumo de carboidratos e calorias durante o jantar, assim como negar-se a comer depois das 6 da tarde, são fatores que podem causar o sobrepeso.

Bibliografia:

  1. Greater Weight Loss and Hormonal Changes After 6 Months Diet With Carbohydrates Eaten Mostly at Dinner, source
  2. The impact of sleep disorders on glucose metabolism, source
  3. Fat circadian biology, source

Adicionar novo comentário: