Como se proteger de um infarto post image

Como se proteger de um infarto

Sete dicas simples para reduzir as probabilidades de morte prematura, minimizando o risco de ter um ataque cardíaco, um infarto ou um acidente vascular cerebral.

[kkstarratings]

1. Verifique regularmente a sua pressão arterial

Os AVCs e as doenças cardiovasculares estão entre as cinco causas mais comuns de morte em todo o mundo, ceifando anualmente a vida de cerca de 20 milhões de pessoas. Os especialistas acreditam que 80% dessas mortes poderiam ter sido evitadas(1).

Você reduz significativamente o risco de morte prematura se seguir medidas preventivas simples e medir, pelo menos uma vez por mês, a sua pressão arterial. Lembre-se que 7% das mortes por acidente vascular cerebral e ataque cardíaco acontecem em pessoas com menos de 45 anos de idade(2).

2. Evite erros de alimentação

O consumo excessivo de gorduras animais e gorduras trans (gorduras vegetais sólidas, quimicamente convertidas em líquidas) leva ao aumento do nível do colesterol “ruim”, o que, por sua vez, obstrui as artérias.

Tente evitar alimentos gordurosos, margarina, fast food e produtos de panificação industrial que contêm grandes quantidades das gorduras trans acima mencionadas. Lembre-se que existem vários estudos que comprovam que elas causam câncer.

3. Controle os níveis de açúcar no sangue

O consumo excessivo de açúcar pode levar ao desenvolvimento da diabetes, que é um dos principais factores de risco dos acidentes vasculares cerebrais. Os médicos acreditam que a diabetes “envelhece” o organismo humano em até 15 anos(3).

Níveis cronicamente elevados de açúcar no sangue provocam alterações destrutivas nos vasos sanguíneos (incluindo nos vasos sanguíneos do coração e do cérebro), levando com isto ao aumento exponencial dos efeitos adversos como, por exemplo, o surgimento de AVCs.

Veja também:

Qual o segredo do sucesso da Coca-Cola e dos refrigerantes: por que eles provocam vício para toda a vida?

4. Deixe de fumar

A lista dos factores relacionados com o fumo que aumentam o risco de doenças cardiovasculares é quase infinita: fumar aumenta a pressão sanguínea, o fumo torna o sangue mais espesso, fumar provoca a deposição de colesterol nas paredes das artérias (aterosclerose) e assim por diante.

Estima-se que mais de 20% das mortes nos Estados Unidos são causadas ​​pelo tabagismo(4). Nesta cifra se engloba não apenas o fumante ativo, mas também o passivo, aquele que inala indiretamente a fumaça do cigarro ou do cachimbo de outra pessoa.

5. Mantenha o seu peso dentro da norma

Apesar de as várias fórmulas do “peso ideal” serem muito aproximadas e circunstanciais (os atletas podem ter peso acima da norma, sem com isso sofrer de obesidade), essas fórmulas servem no entanto para mostrar a presença de excesso de peso no indivíduo de corpo mediado.

Os médicos acreditam que se as pessoas com excesso de peso perderem pelo menos 5 Kg, elas reduzem significativamente o risco de ataque cardíaco, já que na maioria dos casos o excesso de peso está associado à pressão arterial alta e níveis elevados de colesterol no sangue.

6. Pratique musculação

A prática constante de musculação e esporte (principalmente o uso de diferentes cargas cardio – jogging, caminhada rápida, natação) reduzir significativamente o risco de ataque cardíaco e AVC e ajuda a manter o corpo, em geral, e o coração, em particular, em boa forma física.

Além disso, aqueles que fazem musculação regularmente, na maioria dos casos não têm peso em excesso, são mais cuidadosos com a alimentação e dieta, evitando o consumo excessivo de alimentos doces ou muito gordurosos.

7. Conheça os sinais do AVC

Os sintomas de um acidente vascular cerebral podem incluir dor de cabeça súbita (na maioria dos casos), sensação de fraqueza em uma das metades do corpo, dificuldade súbita na compreensão da fala dos outros, perda de visão repentina (de um ou ambos os olhos), perda de coordenação no espaço(3).

Se você sentir estes sintomas procure ajuda médica imediatamente, sem tentar ir para o hospital por seus próprios meios e sem tomar nenhuma medicação. Lembre-se que a ajuda profissional adequada é fundamental na primeira hora.

***

O AVC, o ataque cardíaco e outras doenças cardiovasculares são uma das causas mais comuns de morte em todo o mundo. Fazer exercício físico regularmente e alimentar-se com sensatez pode reduzir significativamente o risco de morte prematura.

Leia também:

Referências:

  • About World Heart Day, source
  • Man Killer #5: Stroke, source
  • Brain Basics: Preventing Stroke, source
  • How Does Smoking Affect the Heart and Blood Vessels?, source

Data da primeira edição:

  • 25 de setembro de 2013

Adicionar novo comentário: