Biotipo e suas características post image

Biotipo e suas características

Somatótipos (biotipos) corporal e a genética — que características nos são dadas geneticamente? Recomendações sobre alimentação e descrição da melhor rotina para cada tipo de físico.

[kkstarratings]

Biotipos (somatótipos) corporais: definição

Desde o nascimento, um dos três biotipos corporais se mostra dominante: o mesomorfo (atlético), o ectomorfo (tendência a ser magro) e o endomorfo (tendência a ser obeso). Este biotipo é determinado por fatores genéticos e esta informação não pode ser modificada; sem dúvida, se pode corrigir com dieta e exercícios.

Por isso, a rotina de exercícios e a alimentação de pessoas pertencentes a diferentes somatótipos deve ser diferenciada: por exemplo, os magros ectomorfos devem tomar hipercalóricos para aumentarem sua massa muscular (sem acumular gordura), os mesomorfos e endormorfos precisam limitar o consumo de carboidratos rápidos.

As regras básicas e recomendações sobre o consumo de proteínas, gorduras e carboidratos para emagrecer ou ganhar massa muscular.

Como determinar o seu biotipo?

Se acredita que a espessura dos ossos é uma característica chave dos diferentes somatótipos corporais. Os ectomorfos tem ossos magros, enquanto que os endomorfos se caracterizam por seus ossos grossos. Tenha em conta que a circunferência da munheca é constante, ainda que varie-se o volume de gordura e dos músculos.

Na maioria dos homens ectomorfos, a circunferência da munheca não supera os 17 cm, em mesomorfos oscila entre 17 e 20 cm, enquanto que nos endomorfos é superior a 20 cm. Sem dúvida, esta é uma avaliação superficial; na realidade, o somatótipo é determinado de acordo com a facilidade ou dificuldade para ganhar ou perder peso.

Pode trocar o somatótipo?

O biotipo está intimamente ligado à estrutura óssea, assim como o metabolismo. Fazer exercício com regularidade e comer adequadamente (assim como o sedentarismo e as comidas rápidas) são fatores capazes de mudar o metabolismo. No geral, estas trocas se fazem mais evidentes depois dos 30 anos.

O exemplo clássico são os extomorfos com sobrepeso: se na adolescência eles tinham um metabolismo rápido e podiam se dar ao luxo de fazer esporte e comer pizza ao mesmo tempo, ao chegar aos 30 anos as trocas próprias do seu estilo de vida se tornarão evidentes, adquirindo traços ectomorfos, pois subirão de peso e crescerá o volume do seu estômago.

Características dos ectomorfos

História de um ectomorfo, o “antes” e o “depois”: conselhos sobre como ganhar massa muscular sem ter um metabolismo rápido. Recomendações sobre alimentação e rotinas de exercícios para ectomorfos.

História de um ectomorfo, o “antes” e o “depois”: conselhos sobre como ganhar massa muscular sem ter um metabolismo rápido. Recomendações sobre alimentação e rotinas de exercícios para ectomorfos. 

  • Níveis baixos de gordura subcutânea
  • Ombros estreitos e peitorais planos
  • Extremidades largas e magras
  • Pouca força
  • Metabolismo rápido

Os ectomorfos se caracterizam por seu corpo magro e extremidades largas, para eles é extremamente difícil ganhar massa (seja muscular ou não). Estas pessoas tem um metabolismo rápido e pouco apetite, seus músculos não contém quantidades suficientes de glicogênio para treinar, fator que diminui a efetividade do exercício.

A estratégia de treino indiciada para ectomorfos consiste em fazer poucos, mais muito intensos, exercícios básicos em séries de poucas repetições. Um momento chave para que este método seja eficaz é aumentar a quantidade de calorias consumidas diariamente e fechar a janela metabólica ao finalizar cada treino.

Características dos mesomorfos

Histórias de um mesomorfo, o “antes” e o “depois”: conselhos para não se descuidar e manter o melhor estado físico possível. Estratégia de treinos para pessoas com estilo de vida ativo.

Histórias de um mesomorfo, o “antes” e o “depois”: conselhos para não se descuidar e manter o melhor estado físico possível. Estratégia de treinos para pessoas com estilo de vida ativo.

  • Níveis baixos de gordura e músculos visíveis
  • Circunferência dos ossos mediana e/ou grande
  • Ombros largos e caixa torácica volumosa
  • Metabolismo rápido
  • Fortes

Os mesomorfos tendem a levar um estilo de vida muito ativo por natureza, praticam esprotes, tem níveis de testosterona altos, metabolismo rápido e possuem bom apetite: todos estes fatores lhes permitem ganhar massa muscular. A maioria dos atletas e esportistas são mesomorfos por natureza.

A maior vantagem é que o seu organismo necessita de menos tempo para se recuperar de cada atividade: eles podem treinar até 4 ou 5 vezes por semana, enquanto que os ectomorfos são recomendados a treinarem apenas 3 vezes. Precisamente nisto consiste a rotina para mesomorfos: quanto mais se treina, maiores são os resultados.

Características dos endomorfos

História de um endomorfo, o “antes” e o “depois”: como uma pessoa com problemas de sobrepeso pode esculpir um corpo atlético. Dieta simples e recomendações para queimar gorduras:

História de um endomorfo, o “antes” e o “depois”: como uma pessoa com problemas de sobrepeso pode esculpir um corpo atlético. Dieta simples e recomendações para queimar gorduras. 

  • Acumulação excessiva de gordura
  • Ossos de perfil grosso e extremidades pesadas
  • Braços e pernas curtas, cadeira e cinturas largas
  • Metabolismo lento
  • Pouca força

O somatótipo endomorfo é o mais comum entre os europeus. O metabolismo lento, o sedentarismo, assim como o desejo de consumir produtos doces e/ou gordurosos fazem com que rapidamente estas pessoas experimentem um aumento de peso, incluindo quando a quantidade de calorias total ingerida diariamente não é muito alta.

Sem dúvida, é precisamente na dieta onde está o segredo para esculpir um corpo atlético e abdômen definido: os endomorfos devem prestas atenção ao índice glicêmico dos carboidratos que consomem (limitando ao máximo a sua ingestão à tarde-noite), assim como executar regularmente rotinas de treino que possibilitem a queiram de gorduras.

***

Existem 3 biotipos corporais dominantes: o ectomorfo (magro), o mesomorfo (atlético) e o endomorfo (obeso). As maiores diferenças entre estes tipos são reforçadas na atividade física (ou ausência dela), no apetite, na força, na velocidade do metabolismo e na capacidade do organismo para recuperar-se depois do treino.

Adicionar novo comentário: