Perder 21 kg post image

Perder 21 kg

História real de emagrecimento. Conselhos sobre as melhores rotinas de exercícios para queimar gordura e dietas simples para livrar-se do sobrepeso e esculpir um abdômen definido.

[kkstarratings]
  • Nome: Yoran
  • Idade: 23 anos
  • Altura: 1,91m
  • Peso antes: 105 kg
  • Peso depois: 84kg

Motivação para diminuir de peso

Eu compreendi que havia algo estranho com o meu corpo no verão de 2009. Ao ver a marca de 105 kg na balança, eu me conscientizei de que devia emagrecer. Um amigo me recomendou uma boa academia e comecei a me exercitar com um personal trainer. Minha primeira rotina era composta de exercícios básicos, aqueles que exercitam todos os grupos musculares.

No outono do mesmo ano, os resultados já eram notórios e sem grandes dificuldades, consegui perder 7 kg. Apesar disso, eu considerava que este era apenas o começa. Eu não queria ser gordo e sentia um pouco de vergonha com o meu corpo. Meu verdadeiro desejo era emagrecer, ter um corpo atlético e definido.

Restringir o consumo de alimentos prejudiciais

Chegou um momento em que entendi só que os treinos para queimar gordura já não eram suficientes, foi então que decidi analisar meus hábitos alimentares. Em princípio, deixei de comer chocolate e fast food. Para ser sincero, não foi nada fácil, constantemente eu sentia a falta do doce.

A primeira grande substituição foi o meu café da manhã: só comia frutas, iogurte com 0% de gordura e cereais integrais. Como resultado, consegui perder mais 12kg. Apesar de, neste momento, já haver perdido quase 20 kg, eu estava longe de ter os “abdomens de aço”, porque esta região ainda estava consumida de gordura.

Treino para queimar gordura

Para conseguir queima gordura e emagrecer ao mesmo tempo, eu me aquecia antes de treinar: corria de 20 a 30 minutos na esteira ou fazia outros exercícios cardiovasculares antes do treino. Porém, meu personal trainer me recomendou mudar de estratégia: depois de treinar com ele, comecei a fazer treinos com intervalos de alta intensidade – HIIT.

O HIIT é um tipo de treino que leva a execução de exercícios cardiovasculares a diferentes velocidades: você começa correndo o mais rápido que consegue, depois recupera a respiração durantes uns minutos para posteriormente trotar e logo voltar a correr na velocidade máxima. O objetivo é não deixar o corpo se acostumar a certo ritmo.

Porque o HIIT ajuda a emagrecer?

Os treinos de força provocam a escassez dos depósitos de glicogênio (carboidratos acumulados nos músculos e que são a principal fonte de energia). O treino com intervalos de alta intensidade (HIIT) fazem com que o organismo utilize esta energia proveniente dos depósitos de gordura. É difícil e duro, mas funciona.

Posteriormente, compreendi que minhas rotinas também deviam ser modificadas; Não voltei a trabalhar todos os músculos do corpo com exercícios básicos em um único treino. Comecei a treinar 4 vezes por semana e cada dia dedicado a dois músculos (rotina Split). Assim, exercito 2 grupos musculares vinculados num mesmo dia (peito-tríceps, costa-ombros).

A melhor dieta para emagrecer

Concordo plenamente com a frase “o abdômen não é esculpido na academia, mas sim na cozinha”. Os verdadeiros resultados se fizeram visíveis quando comecei, não só a contar calorias, como também pensar em todos os meus hábitos alimentares. Foi esta filosofia que me permitiu conhecer a dieta paleolítica, a qual me levou a pesar 84 kg.

Esta dieta consiste em eliminar o consumo de doce, processados e outros alimentos “industrializados e modernos”. Recomenda-se comer tudo o que sempre esteve à disposição do consumo humano há milhares de anos e restringir por completo os alimentos e produtos que começaram a ser fabricados à poucas décadas atrás.

Em que consiste a dieta paleolítica?

A dieta paleolítica consiste no consumo de peixes, carnes, praticamente qualquer vegetal, verduras, fritas e nozes. Os cereais que se pode ingerir são limitados, devido ao fato de que o trigo é rico em glúten perigoso e outros cereais modernos não são similares àqueles que se produziam décadas atrás. Permite-se o consumo moderado de arroz, trigo-sarraceno e batata.

O alimento principal da dieta paleolítica é a carne. É importante comprar carne de alta qualidade de fazendas, nas quais os animais podem passear e alimentar-se de pasto. A produção em massa de carne pode acarretar na prisão dos animais e má alimentação e suplementos de proteína (ossos moídos de outros animais).

O segredo para músculos definidos

Além de tudo o que foi mencionado acima, me esforço para restringir o consumo de sal, já que este produz a retenção de líquidos no organismo, o qual impede que os músculos se definam. Estes pequenos detalhes são muitos importantes para o abdômen, já que qualquer erro na alimentação precisamente refletirá nos músculos.

Apesar de ter mantido o meu peso constante no último ano, eu noto como ele está mais bem distribuído, porque mesmo que a gordura tenha desaparecido, os músculos estão fortalecidos. Recentemente, venho tentando diminuir a porcentagem de gordura do meu organismo a 6%, mantendo o meu peso de 84 kg.

***

Emagrecer não consiste apenas em fazer exercício, como também em mudar os hábitos alimentares e o estilo de vida. Gosto do meu corpo novo e atlético, não entendo como permiti que o meu estado físico se deteriorasse a tal ponto, que me dificultava até de subir as escadas.

Bibliografia:

  • Minus 21 Kilo: Erst Ein Moppel, Dann Ein Model, source

Adicionar novo comentário: